domingo, 6 de março de 2011

Tempo de máscaras e hipocrisia

Máscaras caem
Máscaras são colocadas
Uma época triste e perniciosa
Pessoas se congratulam com falsidade

Do que estou falando?
No que estou pensando?
Na contradição!
Em uma festa que preza pela debilidade da natureza humana

Palavras de um frustrado!
Com certeza dirão.
Mas, sinto-me mais forte
Busco a verdadeira liberdade.

Liberdade de ser quem eu sou!
Entre as falsas manifestações de afeto
...e a degradação das relações.
Escolho a liberdade.

Meus sentimentos se fortalecem
As lágrimas caem
Minha face se compadece,
Antes, tinha raiva.
Hoje tenho pena...

Pena daqueles que são submissos
Que fazem o que fazem para agradar a terceiros
Renunciando a seu ser.
Mas eu escolho a liberdade.

Escolho a minha vida de reclusão
Tendo a solidão como companheira
E as palavras como fieis amigas
Escolho a mim mesmo
Prefiro ser quem eu sou,
...sem usar nenhuma máscara.

*Aermo Wolf

4 comentários:

  1. mais faz bem para quem sofre de abstinencia

    ResponderExcluir
  2. Adorei - Gostaria de publicá-la no meu Blog (http://cosmo-rama.blogspot.com.br/)...

    ResponderExcluir